Quadro 1 - Índice de Vendas do Comércio a Retalho – Produtos Alimentares - PREÇOS CONSTANTES (valores corrigidos dos efeitos de calendário e sazonalidade)
BASE 2011=100
  jul-16 ago-16 set-16 out-16 nov-16 dez-16 jan-17 fev-17 mar-17 abr-17 mai-17 jun-17 jul-17
Variação trimestral homóloga (%) 2,28 2,35 2,38 2,52 2,13 0,50 -0,02 -1,19 0,10 1,92 2,35 2,23 1,96
Variação mensal (%) -1,35 1,56 0,69 -0,52 -0,78 -3,68 2,86 0,08 2,06 1,07 -2,21 2,43 0,51
Variação mensal homóloga (%) 0,32 3,43 3,40 0,78 2,23 -1,52 -0,74 -1,31 2,37 4,78 -0,05 2,02 3,94
Variação média nos últimos 12 meses (%) 1,14 1,51 1,81 1,72 1,99 1,74 1,51 1,13 1,30 1,67 1,40 1,30 1,60
Índices mensais 86,298 87,647 88,254 87,792 87,107 83,903 86,307 86,378 88,157 89,102 87,134 89,247 89,699
   
Notas Explicativas

O SREA iniciou a publicação das séries de Índices de Venda de Produtos Alimentares (IVNECR) (BASE 2011=100) com os resultados referentes a janeiro de 2013.

Os índices de Volume de Negócios no Comércio a Retalho (Produtos Alimentares) têm por objetivo mostrar a evolução do mercado no setor do comércio a retalho. Os índices são obtidos tendo por base o Inquérito Mensal ao Volume de Negócios e Emprego no Comércio a Retalho, realizado por via eletrónica, junto de unidades estatísticas selecionadas a partir das empresas sediadas na Região Autónoma dos Açores.

O ajustamento dos efeitos de calendário e sazonalidade é efetuado com modelos probabilísticos do tipo "Autoregressive Integrated Moving Average" (ARIMA). O ajustamento pressupõe que se mantenha relativamente estável a influência deste tipo de efeitos sobre as sérias brutas. Este quadro (Quadro 1) é acompanhado com quadros com valores das sérias brutas e as respetivas taxas de variação o que permite complementar a informação fornecida pelas séries ajustadas. Eventuais alterações verificadas neste quadro, em meses anteriores, dever-se-ão a reajustamentos nas variáveis, ocorridos durante o processo de tratamento do efeito calendário e sazonalidade.